Cinema
02/02/2007, 17:49

Acervo documental da Atlântida vira de interesse público e social

POR REDAÇÃO

Decreto do presidente Lula publicado no Diário Oficial da União desta sexta, 2, declarou "de interesse público e social o acervo documental privado da Atlântida Cinematográfica Ltda". O decreto tem como argumento o fato de a companhia cinematográfica "conter documentos de inquestionável valor para a cinematografia brasileira e, em especial pela produção de cinejornais que oferecem inúmeras referências à política, à sociologia, ao urbanismo, às transformações da sociedade e do imaginário popular da segunda metade do século XX, o arquivo privado da Atlântida Cinematográfica Ltda, de valor permanente, compreendendo o período de 1950 a 1987".
Com isso, os arquivos não poderão ser alienados com dispersão ou perda da unidade documental, nem transferidos para o exterior.
Fundada em 1941 no Rio de Janeiro por Moacir Fenelon e José Carlos Burle e mais tarde comprada por Luiz Severiano Ribeiro Jr., a Atlândida produziu 66 filmes até 1962. Entre as obras produzidas estão os filmes com Oscarito e Grande Otelo.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top