Produção
02/05/2006, 18:54

Sócios do Grupo Academia criam a Margarida Flores e Filmes

POR REDAÇÃO

A Academia de Filmes anunciou oficialmente nesta terça, 2, que deixa o mercado publicitário para se dedicar à produção de conteúdo. Ao mesmo tempo, nasce uma nova produtora voltada exclusivamente à produção publicitária, a Margarida Flores e Filmes. Ambas as empresas serão controladas por uma holding, que terá a participação dos sócios da antiga Academia de Filmes (Paulo Schmidt, Tadeu Jungle, Marily Raphul, João Pedro de Albuquerque e Antonio Carlos Accioly), e ainda do diretor Pedro Becker e das produtoras que eram associadas ao Grupo Academia (Christiano Metri, da Gorila Filmes, Paulo Vainer, da 30 Pés Filmes, e Ricardo ?Gordo? Carvalho, da Cia Ilustrada).
Os sócios apostam em uma nova forma de produzir na Margarida Filmes, com o compartilhamento de idéias, pesquisa, conceitos e criação. Segundo Schmidt, o nome escolhido pode ser associado ao objetivo da empresa. ?Margarida sugere um conceito de simplicidade e de uma equipe trabalhando ao redor de um núcleo?, diz.

Infra-estrutura

A nova produtora publicitária ganhou uma sede de 12 mil m² em São Paulo, que deve abrigar cinco estúdios, além de escritório e área de finalização. A previsão é que a produtora esteja pronta para trabalhar em 30 dias, mas a nova sede deve ser ocupada no início de 2007. O investimento no espaço foi de R$ 12 milhões, além dos US$ 300 mil gastos em uma primeira fase do projeto.
Com a expansão, o grupo espera faturar em 2006 cerca de R$ 70 milhões, contra R$ 54 milhões de faturamento registrado em 2005.
As unidades do Grupo Academia localizadas em outras capitais como Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre e Brasília também passam a atender a Margarida.

Academia de Filmes

Enquanto a produção de filmes publicitários fica a cargo da Margarida, a Academia de Filmes assume a produção de conteúdo e entretenimento. O primeiro trabalho é um longa-metragem documentário com o dr. Dráuzio Varella chamado ?Histórias do Rio Negro?. Schmidt afirma que a produtora já tem outros projetos, como um documentário sobre os 25 anos da banda Titãs, um programa de TV, além de outros projetos de longa-metragem, inclusive uma produção com investimento estrangeiro que deve ser lançado no Festival de Cannes ainda este ano.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top