Cinema
04/02/2014, 20:36

Público de filmes distribuídos pela Downtown aumentou 77% em 2013

POR LEANDRO SANFELICE

A Downtown Filmes, distribuidora que trabalha exclusivamente com produções nacionais, registrou um aumento de 77% no público dos filmes que comercializou em 2013, em relação ao ano de 2012.

No ano passado, nove filmes distribuídos pela empresa foram lançados e exibidos nos cinemas brasileiros. A bilheteria desses filmes, somado aos mais de 730 mil ingressos vendidos pelo filme “Até Que a Sorte Nos Separe 2” entre o dia de sua estreia, em 27 de dezembro, e o ultimo dia de 2013, garantiram um público total de aproximadamente 17,7 milhões para os filmes comercializados pela Downtown no ano passado, com renda de R$ 187,5 milhões, de acordo com dados do Informe Anual Preliminar divulgado pela Ancine em janeiro. Em 2012, a distribuidora registrou público de aproximadamente 10 milhões com os filmes que comercializou.

“Foi um ano incrível, com produção constante. Tivemos mais filmes competitivos para oferecer e o resultado se viu na bilheteria”, diz Bruno Wainer, diretor executivo e fundador da Downtown Filmes.

O ano da Downtown reflete o crescimento do cinema nacional em 2013. De acordo com o relatório divulgado pela Ancine, os 127 títulos nacionais lançados durante o ano acumularam renda de aproximadamente R$ 296,7 milhões com mais de 27 milhões de ingressos vendidos, representando uma participação de 16,9 % no total de dinheiro arrecadado nas bilheterias brasileiras e de 18,6% no total de público. Em 2012, as produções nacionais venderam 15,6 milhões de ingressos com renda de aproximadamente R$ 158 milhões, o que representou 10,7% de participação no público total e 9,8% de toda a renda obtida nas bilheterias do país.

Quantidade de filmes produzidos

Os 127 títulos lançados em 2013 representam um recorde histórico para a produção audiovisual brasileira. Contudo, os nove filmes comercializados pela Downtown Filmes sozinhos representam 63,6% de todo o público obtido pelas atrações nacionais. Para Wainer, esses valores representam que os recursos destinados para produção são mal distribuídos. “Há muito recurso indo para produções sem compromisso com retorno financeiro ou artístico. Desses mais de 120, cerca de 20 são realmente competitivos”, avalia.

2014

Para o diretor-executivo da Downtown Filmes, o cinema brasileiro deve ser capaz de sustentar o crescimento no ano de 2014. “Acho que atingimos um novo patamar. Pode ser que não tenhamos novamente mais de 27 milhões de ingressos, mas certamente não venderemos 12 milhões como em 2012. No nosso caso, temos um line-up muito forte para o ano”, explica.

Os dois filmes já distribuídos pela empresa e exibidos nos cinemas brasileiros neste ano, “Até Que a Sorte Nos Separe 2” e “Muita Calma Nessa Hora 2”, registraram bilheterias superiores a um milhão. A Downtown ainda tem programada a comercialização dos filmes “Alemão”, com lançamento previsto para 14 de março, “Os Homens São de Marte… e é Para Lá Que Eu Vou”, com lançamento previsto para dia 10 de maio, “Tim Maia” que deve ser lançado em 1° de agosto, “Candidato Honesto”, com lançamento previsto para o mês de setembro, “Indulto”, com estreia programada para outubro e “Doidos Para Casar”, que deve chegar aos cinemas em dezembro.

A entrevista com o fundador da Downtown Filmes faz parte de uma matéria para a edição deste mês da revista Tela Viva com um balanço das produções brasileiras para cinema em 2013.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top