Radiodifusão
09/12/2014, 14:14

Emissoras ainda não sabem quanto custará migração para FM

POR HELTON POSSETI

As emissoras AM que optaram por migrar para a faixa FM ainda aguardam a fatura que será enviada pelo o Ministério das Comunicações. O presidente da Abert, Daniel Slaviero, critica a demora do Minicom em resolver esse assunto. O decreto que permite a migração foi assinado em novembro do ano passado e, mais de um ano depois, essa conta ainda não chegou para 87% das rádios AM que optaram pela mudança.

Segundo Slaviero, o cálculo do preço levará em conta a diferença entre o preço mínimo da faixa AM e o preço mínimo da faixa FM, e o número de habitantes da cidades de abrangência da emissora. Dos 14 estados que a Anatel publicou a consulta pública de atribuição da nova faixa, apenas em Belém não foi possível viabilizar canais para as novas emissoras. “O ministro Paulo Bernardo nos garantiu que até o final do ano isso estará decidido”, afirma Slaviero.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top