Formação
10/12/2015, 00:20

Faap lança curso de animação

Com a experiência de mais de 30 anos no ensino de Cinema, a Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) vai além e lança um bacharelado em Animação. Com quatro anos de duração, o curso visa formar profissionais que possam atuar na produção de curtas e longas-metragens, na televisão (aberturas de telenovelas, programas e séries), no mercado publicitário e no desenvolvimento de games.

Eliseu Lopes Filho, professor e coordenador do curso, explica que o mercado está em um ritmo crescente e é necessário ter profissionais preparados para atuar neste setor. "Há algum tempo tínhamos pessoas fazendo animação por paixão, mas hoje o cenário é outro. É um setor dinâmico, mais profissional e que está tendo um reconhecimento interessante", destaca.

Como exemplos, cita dois longas-metragens brasileiros que levaram o prêmio principal no Annecy Animated International – o maior festival da categoria: "Uma História de Amor e Fúria", do diretor Luiz Bolognesi, em 2013; e "O Menino e o Mundo", do diretor Alê Abreu, em 2014. Este ano, no mesmo festival, o curta-metragem "Guida", de Rosana Urbes, recebeu o prêmio da crítica e de melhor curta de estreia.

Cenário

Na história da animação brasileira, foram realizados 34 longas-metragens. Desse total, 23 filmes – o que equivale a 65% da produção nacional – foram realizados em São Paulo, sem considerar a produção de filmes publicitários, onde os mais tradicionais estúdios estão situados.

A indústria de games – que começa a se desenvolver – também abre uma espaço importante no mercado de trabalho, por absorver profissionais especializados que favoreçam a criação e o desenvolvimento de uma indústria nacional sustentável.

A produção de séries para TV também é uma área promissora. "Com o aumento do número de canais pagos em alta definição e a cota de produção nacional, observou-se a necessidade de lançar novos títulos e produtos. Temos hoje cerca de 30 séries sendo produzidas e algumas já exibidas em canais", acrescenta o professor Eliseu, que também atua como diretor, montador e produtor do mercado de animação e cinema.

Movimento e som

Autorizado com conceito 4 na avaliação do MEC (Ministério da Educação), o curso combina disciplinas de formação humanística com disciplinas específicas de animação, que atendem às necessidades do mercado, como argumento, roteiro, criação de personagens, desenho conceitual, direção de arte, criação e gravação de vozes especiais, cenografia e ambientação, direção de animação 2D, 3D e stop motion, fotografia, design de games, entre outras.

Oferece ainda disciplinas essenciais à formação artística e cultural do estudante, como desenho básico e aplicado, fundamentos da animação, história da arte, análise da imagem e fenomenologia do movimento. No corpo docente, nomes expressivos do mercado, que atuam nas áreas de animação, cinema, televisão e games.

Infraestrutura

O curso de Animação conta com toda a infraestrutura da FAAP, que possui estúdios de fotografia e filmagem, oficinas de modelagem, escultura e mecânica de precisão, além de laboratórios com softwares específicos para animação, edição, composição e manipulação de imagem.

Os alunos também têm à disposição uma biblioteca atualizada e uma filmoteca, com acervo com mais de quatro mil filmes, fotos, roteiros e cartazes.

Com o intuito de reforçar a importância de manter um canal aberto com o mercado, a FAAP também realiza encontros e workshops com os mais reconhecidos animadores, a exemplo dos eventos já realizados com os cineastas Carlos Saldanha, Bruno Bozzeto, Roberto Frattini, entre outros.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top