Publicidade
11/06/2002, 19:17

Publicidade nas grandes redes americanas chega a US$ 8,32 bilhões

POR REDAÇÃO

As redes de TV norte-americanas estão comemorando um novo recorde na venda de publicidade. Para surpresa dos broadcasters, as vendas da temporada 2002/2003 chegaram a US$ 8,32 bilhões. O crescimento em relação ao ano 2000 não foi tão grande, mas surpreendente em relação ao ano passado: 21%. As emissoras venderam, em média, 80% dos horários comerciais. No ano passado a CBS, por exemplo, conseguiu vender apenas 65%, contra 82% neste ano. O custo por mil (CPM) também cresceu, entre 5% e 15%.
O crescimento do faturamento publicitário aconteceu apenas para as redes NBC e CBS, que venderam US$ 2,74 bilhões e US$ 1,95 bilhão respectivamente. Fox manteve a marca dos dois últimos anos de US$ 1,3 bilhão e ABC caiu para US$ 1,5 bilhão, contra US$ 1,6 bilhão no ano anterior.
O TVB (Television Bureu of Advertising) acredita que esses números devam se refletir também nas emissoras locais. A projeção mais recente feita pelo TVB previa um crescimento de 2,5% a 5%. Agora já apostam em 7%.

TV paga e syndication

Os executivos do mercado de TV por assinatura, por sua vez, não acreditam em um encolhimento do mercado, mas, devido à fuga de alguns dos grandes anunciantes para a TV aberta, o crescimento não deve passar de um dígito e o CPM deve cair.
Por outro lado, a NBC anunciou, na última semana, ter faturado US$ 450 milhões em vendas em seus dois canais notícias para TV paga (CNBC e MSNBC).
Já o mercado de syndication mostrou-se entusiasmado com o crescimento na TV aberta. Após uma queda de cerca de 25% em 2001, quando vendeu cerca de US$ 1,7 bilhão, o setor espera crescer entre 10% e 15% nesse ano e acredita até na possibilidade de voltar à marca de 2000 (US$ 2,4 bilhões em vendas).

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top