Publicidade
13/05/2013, 19:40

Volume de produções internacionais cresceu mais de 50% em 2012

POR FERNANDO LAUTERJUNG

Criado por associadas da Apro (Associação Brasileira de Produção de Obras Audiovisuais) há 11 anos, com apoio da Apex desde de 2005, o projeto Film Brazil preparou uma campanha promocional para o biênio para promover as produtoras de publicidade brasileiras no mercado internacional, apoiada nos eventos esportivos internacionais que acontecem no Brasil em 2013 e 2014. Com o conceito "Get Ready to Shoot", a campanha contará com ações em Cannes, no principal evento internacional de publicidade, incluindo um "lounge" na praia para a realização de happy hour para o mercado publicitário internacional.

Além disso, o projeto trará ao país profissionais de grandes agências internacionais para conhecer o cenário local durante a Copa das Confederações. Quatro profissionais virão para o evento em 2013. Na Copa do Mundo, em 2014, aproximadamente 30 profissionais deverão ser convidados a vir ao Brasil.

Segundo a gerente executiva da Film Brazil, Marianna Souza, os grandes eventos esportivos "já vem atraindo um volume maior de produções internacionais ao Brasil".

Aumento da produção

Leyla Fernandes, presidente da Apro, conta que o volume de produções internacionais no Brasil cresceu além do esperado em 2012, quando foram investidos R$ 23,5 milhões em produções estrangeiras no Brasil. No ano anterior, o valor foi de R$ 11,5 milhões. Este valores referem-se aos serviços de produção (production services), quando uma produtora local é contratada por uma produtora internacional para prover infraestrutura e serviços locais.

Segundo Leyla, aumentou também o volume de full service (quando a produtora é contratada também pelo talento artístico, incluindo diretor e diretor de fotografia). No entanto, neste caso não há uma mapeamento. "80% dos nossos associados conseguiu trazer pelo menos um job de full service no ano passado", estima a produtora.
65% do total produzido por estrangeiros no Brasil em 2013 foi com produtoras associadas ao Film Brazil. "Empresas não associadas acabam sendo beneficiadas pelo projeto", explica Marianna Souza. O projeto vem trabalhando num selo de qualidade para as empresas associadas.

Segundo Leyla, o crescimento internacional foi importante para as empresas produtoras porque em 2012 o mercado interno foi "mais duro". Mesmo assim, os números da Ancine apontam um crescimento no volume de produções para o mercado nacional de 13,5 mil filmes, registrados em 2011, para 16 mil no ano passado, movimentando cerca de R$ 3,6 bilhões.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top