Brasil Documenta
13/11/2003, 19:03

Evento discute a viabilidade do documentário

POR REDAÇÃO

No painel desta quinta, 13, do Fórum do Brasil Documenta, discutiu-se a viabilidade dos documentários. Intitulado "Documentário: Um Grande Negócio?", o painel trouxe à tona a capacidade dos documentários realmente se pagarem, usando uma ou várias janelas de exibição. Para o produtor norte-americano Peter Gilbert, ?o momento é ótimo, pois existem muitos canais para passar documentários?. Segundo Gilbert, nos EUA a TV e a TV por assinatura totalizam cerca de 300 canais. Vale lembrar que, naquele país, a prática de mercado de syndication permite vender programação para diferentes canais regionais, diferentemente do Brasil, onde, geralmente, são as redes que compram programação. O produtor diz que ?não importa quão talentoso você seja, ainda tem que conseguir vender sua idéia para poder viabilizá-la?.
Já o brasileiro Erik de Castro, diretor do longa ?Senta a Pua!?, diz que ?a matemática não fecha?. O longa de Castro foi exibido nas salas de cinema, no canal de TV por assinatura GNT, na Rede Bandeirantes e ainda foi comprado pelo canal History Channel para exibição em toda a América Latina, mesmo assim, não apresentou lucro. Para o diretor ?o mercado brasileiro ainda não está maduro para absorver as produções. As emissoras abertas não dão espaço para produção independente de documentários?. O diretor diz que as mudanças sinalizadas no sentido de terceirizar a grade de programação das TVs abertas é a única maneira de viabilizar a produção de documentários. Para ele, esta abertura já está começando. Como exemplo cita a venda de seu longa para a Bandeirantes. ?Senta a Pua!? foi vendido para a Band para exibições durante um ano em toda a rede e ainda no Canal 21 por cerca de R$ 5 mil.
Para o diretor de fotografia e co-diretor do longa ?Janela da Alma? Walter Carvalho, seria melhor ter um retorno maior, mas que não consegue ver o documentário como um grande negócio. ?É preciso ter paixão para fazer documentários. Ou será que Van Gogh pintava porque achava isso um bom negócio??. ?Janela da Alma? teve um público pagante nas salas de cinema de 132 mil pessoas.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top