Empresa pública
13/11/2015, 23:40

Funcionários da EBC mantêm greve

Os funcionários da EBC mantêm a greve iniciada na terça-feira, dia 10. Os motivos da paralisação são discordâncias em relação ao novo acordo coletivo.

Segundo nota publicada pelos funcionários da emissora por meio do Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal, a empresa está oferecendo reajuste de 3,5% para os anos de 2015 e 2016. Os funcionários alegam que o valor está muito abaixo da inflação e que representaria uma perda salarial de até 15% ao longo dos dois anos. Eles pedem um reajuste compatível com a inflação mais um aumento linear de R$ 450,00 para todos os cargos.

Os grevistas também reclamam de privilégios oferecidos a profissionais comissionados dentro das empresas. Segundo eles, mesmo após a chegada de profissionais concursados em 2011, a empresa mantém uma grande quantidade de profissionais em cargos de comissão de livre provimento. Além disso, os grevistas alegam que os salários desses profissionais seriam muito elevados, em comparação com outros órgãos públicos.

Resposta

Em nota, a EBC disse que recebeu a notificação de greve na última sexta-feira, 6, com as negociações ainda em curso. Diante da sinalização de que a nova proposta de 3,5% não seria aceita, a empresa ingressou com pedido de Dissídio Coletivo junto ao Tribunal Superior do Trabalho. "A direção da EBC lamenta a deflagração da greve e mantém sua disposição para encontrar uma solução negociada", afirmou a empresa por meio da nota.

 

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top