Festival
14/06/2002, 14:08

Produtores e diretores discutem viabilidade do curta-metragem

POR REDAÇÃO

A palestra Produção de Curtas – Do Projeto à Exibição, realizada pelo 4º Festival Internacional TIM de Curtas-Metragens de Belo Horizonte, na última segunda, dia 10 de junho, reuniu produtores e diretores para discutir a realização de filmes de curta duração. A mesa foi composta Zita Carvalhosa, Helvécio Marins Jr. e Márcia Valadares.
Zita Carvalhosa, produtora e organizadora do Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo, disse que é preciso ter cuidado para não exagerar na duração. Como exemplo, citou o curta "Dois Homens", de Helvécio Marins Jr., que tem apenas cinco minutos de duração e participou de diversos festivais de cinema no Brasil e no exterior. "Um curta curto é sempre melhor que um curta longo", disse Zita.
Os palestrantes debateram os formatos 16mm, 35mm e vídeo. O 35mm foi considerado muito caro. Segundo Zita, o Mini DV oferece as mesmas vantagens que o 16mm, mas a projeção é muito melhor.
Outro destaque da palestra foi a importância da união de cineastas e produtores para viabilizarem a realização de curtas-metragens. Em vários Estados eles se reuniram e conseguiram negociar bons preços com diversos fornecedores de equipamentos e serviços. "Hoje é impossível fazer um filme sem os descontos", disse Helvécio Marins Jr. Para Zita ?quem tem militância política filma mais fácil".

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top