Citel
17/07/2002, 19:55

Brasil, EUA e Canadá debatem DTV em Fortaleza

POR REDAÇÃO

Durante o evento da Citel (Comissão Interamericana de Telecomunicações) realizado esta semana em Fortaleza, aconteceu o Foro Sobre Normas de Radiodifusão Digital para as Américas. Nas palestras desta quarta, 17, fizeram apresentações representantes do Brasil, Canadá e Estados Unidos. O superintendente de comunicação de massa da Anatel, Ara Apkar Minassian, mostrou aos demais participantes todo o processo brasileiro para a escolha do padrão de TV digital, que inclui testes de campo, estudos sobre aspectos mercadológicos e definição de contrapartidas econômicas. Minassian informou ainda que a Fundação CPqD, encarregada dos estudos de mercado, e o escritório Carvalho de Freitas & Ferreira Advogados Associados, encarregado do estudo sobre contrapartidas, já apresentaram relatórios preliminares. Os resultados foram apresentados ao ministro das comunicações, Juarez Quadros, há duas semanas.
Steven Bass, presidente do Conselho da Associação de Estações de TV Pública dos Estados Unidos, falou da importância da digitalização para este segmento do mercado. Segundo Bass, a TV pública americana é transmitida digitalmente por 172 das 354 estações existentes naquele país. O representante americano disse ainda que os custos com equipamentos, infra-estrutura e criação e produção de conteúdo para a transmissão digital nas TVs púbicas americanas chega a US$ 1,6 bilhão.
Os representantes do Canadá apresentaram a atualização dos testes de campo e laboratório, realizado pelo Centro de Pesquisas de Comunicações do Canadá. Segundo Metin Akgun, representante canadense, o objetivo dos testes é avaliar os métodos que permitem a ampliação da recepção por meio de aumento da potência dos transmissores e uso de receptores nos canais OCR; e avaliar o rendimento dos receptores nas modulações 8VSB e COFDM.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top