Exibição
22/03/2006, 18:25

Ancine e exibidores assinam convênio para envio de informações

POR REDAÇÃO

A Feneec, a Abraplex e a Abracine, entidades que juntas representam cerca de 80% dos exibidores nacionais, assinaram nesta quarta-feira, 22, convênio com a Ancine para envio de informações para o sistema de controle de exibição. A agência está elaborando um aplicativo que será distribuído aos exibidores para que todos os dados sejam formatados e entregues dentro do mesmo padrão. Haverá três maneiras de compilar as informações:
1) Via aplicativo offline ? Essa alternativa é voltada para os exibidores que não têm suas bilheterias informatizadas. O aplicativo estará disponível na Internet, no portal da Ancine. Será necessário digitar as informações sala por sala.
2) Via importação de arquivo externo ? Essa opção é para os exibidores que têm as bilherias informatizadas mas não têm condições de gerar um arquivo único. Um aplicativo para esse fim poderá ser baixado do portal da Ancine.
3) Via aplicativo web ? As informações são enviadas através de um link no portal da Ancine. É a melhor opção para exibidores que tenham suas bilheterias informatizadas e tenham uma estrutura de informática capaz de gerar arquivo XML de todas as suas salas de projeção.
A partir de maio, as salas de exibição representadas pelas referidas entidades enviarão semanalmente à Ancine informações como a lista de filmes nacionais e estrangeiros exibidos, número de espectadores e renda de bilheteria. Segundo o presidente da Ancine, Gustavo Dahl, o próximo passo é negociar com as pequenas salas que não estão associadas a nenhuma dessas entidades, para alcançar 100% do mercado o quanto antes.

Abraplex

Para o presidente da Abraplex, Valmir Fernandes, o envio automatizado das informações servirá para que a Ancine acompanhe melhor o desempenho do setor de exibição que, em sua opinião, está carente de atenção. ?A quantidade de espectadores deveria crescer ano a ano. Se isso não acontecer, é preciso acender a luz vermelha e analisar o que estiver errado?, disse Fernandes, durante o ato de assinatura do evento, na sede da Ancine.
O presidente da Feneec, Ricardo Difini, concorda: ?O setor de exibição é tão ou mais frágil que os demais. Precisamos de muito apoio para concorrer em um mercado cada vez mais difícil?.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top