Tributação
22/07/2003, 18:49

Locadores e finalizadores reclamam dos impostos de importação

POR REDAÇÃO

Os altos valores pagos em impostos de importação foram temas das palestras de Abrahão Sochaczewski e Paulo Ribeiro, ambos da Abele (Associação Brasileira das Empresas Locadoras de Equipamento), no II Fórum de Produção Publicitária, que aconteceu segunda-feria, 25, em São Paulo.
Segundo Sochaczewski, 90% das produções publicitárias usam equipamentos alugados, sendo que as câmeras e os equipamentos de movimento de câmera são todos importados, assim como 75% dos equipamentos de luz. Para ele, a desvalorização da moeda e os altos impostos podem levar a indústria nacional ao sucateamento. "As locadoras não têm verba para re-investir em mais equipamentos", disse Sochaczewski. "Se o número de longas-metragens crescer e houver uma retomada do crescimento no mercado publicitário, vai faltar equipamento. E importar mais leva alguns meses", completou.
Já Paulo Ribeiro afirmou que as locadoras pagam cerca de 70% de custo importação, mas alugam 40% mais barato do que as locadoras internacionais.

Pós-produção

Já Ricardo Rozzino, dos EstudiosMega, disse que os equipamentos usados nas finalizadoras têm que ser atualizados quase que anualmente. "Atualmente, o pay back previsto para nossos investimentos é de 25 anos", afirmou.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top