Incentivo
26/10/2007, 16:35

Sav lança editais e apresenta seu novo secretário

POR REDAÇÃO

Foram lançados nesta sexta-feira, 26, os novos editais de fomento, a terceira edição do projeto Revelando os Brasis e ainda o segundo lote da Programadora Brasil, da Secretaria do Audiovisual (Sav) do Ministério da Cultura, conforme adiantou este noticiário.
Os editais estarão abertos a partir da segunda-feira, dia 5 de novembro, com o prazo de 45 dias para as inscrições. O destaque é para as possibilidades abertas para produtores e profissionais de animação, que poderão inscrever seus projetos nos editais específicos ? como aqueles focados em curta-metragem de animação e desenvolvimento de projeto de série ? além de estarem livres para participar também de outros editais como filme de ficção ? em editais como o de baixo orçamento.

São sete editais:

*Longa-metragem do gênero ficção, de baixo orçamento: seleção de cinco projetos de longa-metragem do gênero ficção, destinando apoio individual de R$ 1 milhão, com montante total de R$ 5 milhões;

*Curta-metragem, dos gêneros ficção, documentário ou experimental: destinado a pessoas físicas que se apresentem como produtor, diretor ou ambos. Seleção de 20 projetos, destinando apoio individual de R$ 80 mil, com montante total de R$ 1,6 milhão.

*Curta-metragem, dos gêneros ficção, documentário ou experimental: seleção de 20 projetos, destinando apoio individual no valor de R$ 30 mil, com montante total de R$ 600 mil;

*Curta-metragem, do gênero animação: seleção de dez projetos, destinando apoio individual de R$ 60 mil, com montante total de R$ 600 mil;

*Curta-metragem, do gênero ficção, com temática infanto-juvenil: destinado a pessoas físicas que se apresentem como produtor, diretor ou ambos. Seleção de 20 projetos, destinando apoio individual de R$ 60 mil, com montante total de R$ 1,2 milhão;

*Curta-metragem, dos gêneros ficção, documentário ou experimental: destinado a integrantes ou egressos de projetos sociais. Seleção de 20 projetos, destinando apoio individual no valor de R$ 30 mil, com montante total de R$ 600 mil;

*Desenvolvimento de roteiros cinematográficos inéditos, de longa-metragem: destinado a pessoas físicas, roteiristas. Seleção de dez projetos, destinando apoio individual de R$ 50 mil, com montante total de R$ 500 mil;

*Desenvolvimento de projeto de série de animação para televisão: seleção de dez projetos, destinando apoio individual de R$ 30 mil, com montante total de R$ 300 mil.

Novo gestor
Durante o evento, o futuro diretor geral da TV Brasil, Orlando Senna, faz um breve balanço de sua gestão à frente da Secretaria do Audiovisual, e apresentou o novo secretário Silvio Da-Rin. No posto novo, Da-Rin afirma que ainda não tem novos planos para pôr em prática. ?Não me pareceu prioritário formular idéias neste momento. Há muitos programas em curso que preciso conhecer?, diz. ?Não trago idéias novas, mas elas virão?.

TV pública

A maioria das perguntas direcionadas a Orlando Senna por parte de jornalistas e profissionais ligados ao cinema e à produção teve como tema a TV Brasil (TV pública criada a partir da edição da MP 398/2007, editada no último dia 11).
Inicialmente, a programação da nova TV exibirá 16 horas de programação diária, com conteúdo da TVE e Radiobrás e ainda com jornalismo e uma seleção de programas ligados à Sav, como DocTV, DocTV Iberoamerica, Curta Criança, entre outros.
Sobre as produções da casa e as co-produções, Senna não descarta a possibilidade de realizar teledramaturgia. ?Vamos pensar, inclusive, em dramaturgia interativa?, diz. Ele afirmou que a montagem da TV, que deve começar a ser instituída a partir de 2 de dezembro, deve demorar entre seis meses e um ano para ser finalizada.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top