Cinema
26/11/2003, 15:25

Confira a lista dos vencedores do Festival de Brasília

POR REDAÇÃO

A noite de encerramento do 36º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, que aconteceu terça-feira, 25, consagrou o longa-metragem "Filme de Amor", de Julio Bressane, vencedor do prêmio de melhor filme segundo o júri oficial, além de melhor fotografia e trilha sonora. A cerimônia, realizada no Teatro Nacional Cláudio Santoro, foi comandada pela atriz Zezé Motta e pelo ator brasiliense Sérgio Fidalgo e contou com apresentação da banda performática brasiliense Forrópera Brasil, em espetáculo com direção do cineasta André Luiz Oliveira. Veja a lista completa dos vencedores do troféu Candango.

– Longa-metragem em 35 mm:

* Melhor filme: "Filme de Amor", de Julio Bressane, recebeu R$ 80 mil, prêmio estimulo de R$ 5 mil do Ministério da Cultura, R$ 4 mil em serviços do Megacolor, 4 horas de telecine Diamond On Line, 8 horas de mixagem de som para cinema, Dolby Digital (não inclusa a licença Dolby), 2 partes de print master dos Estudios Mega;
* Melhor direção: Rogério Sganzerla, pelo filme "Signo do Caos", recebeu R$ 20 mil;
* Melhor ator: Paulo César Peréio, no filme "Harmada", de Maurice Capovilla, recebeu R$ 10 mil;
* Melhor atriz: Ruth Rieser, no filme "Lost Zweig", de Sylvio Back, recebeu R$ 10 mil;
* Melhor ator: Ênio Gonçalves, no filme "Garotas do ABC", de Carlos Reichenbach, recebeu R$ 5 mil;
* Melhor atriz coadjuvante: Vera Mancini, no filme "Garotas do ABC", recebeu R$ 5 mil;
* Melhor roteiro: Sylvio Back e Nichollas O?neir, pelo filme "Lost Zweig", receberam R$ 10 mil;
* Melhor fotografia: Walter Carvalho, pelo "Filme de Amor", recebeu R$ 10 mil;
* Melhor direção de arte: Bárbara Quadros, pelo filme "Lost Zweig", recebeu R$ 10 mil;
* Melhor trilha sonora: Guilherme Vaz, pelo "Filme de Amor", recebeu R$ 10 mil;
* Melhor montagem: Silvio Renoldi e Rogério Sganzerla, pelo filme "Signo do Caos", recebeu R$ 10 mil;
* Prêmio Especial do Júri para o argumento de "Garotas do ABC".

– Curta ou média-metragem em 35mm

* Melhor filme: "Rua da Amargura", de Rafael Conde, recebeu R$ 20 mil e dez latas de negativos 35mm 5248 com 400 pés cada da Kodak do Brasil;
* Melhor direção: Camilo Cavalcante, pelo filme "A História da Eternidade", recebeu R$ 10 mil e Prêmio Estimulo de R$ 5 mil do Ministério da Cultura;
* Melhor ator: Augusto Madeira e Cláudio Mendes, no filme "Truques, Xaropes e Outros Artigos de Confiança", de Eduardo Goldeinstein, receberam R$ 5 mil;
* Melhor atriz: Cibele Amaral, no filme "Momento Trágico", de Cibele Amaral, recebeu R$ 5 mil;
* Melhor roteiro: Eduardo Goldenstein, pelo filme "Truques, Xaropes e Outros Artigos de Confiança", recebeu R$ 5 mil;
* Melhor fotografia: Mauro Pinheiro Jr., pelo filme "Transubstancial", de Torquato Joel, recebeu R$ 5 mil;
* Melhor montagem: Zé Pedro Gollo e Rodrigo Benevello, pelo filme "Momento Trágico", recebeu R$ 5 mil;
* Prêmio Especial do Júri para o filme "A Lata", de Leopoldo Nunes.

– Curta, média ou longa-metragem em 16mm

* Melhor filme: "Suicídio Cidadão", de Iberê Carvalho, recebeu R$ 15 mil e ainda cinco latas de negativos 16mm 7248 com 400 pés cada da Kodak do Brasil;
* Melhor direção: Felipe Bragança e Marina Meliande, pelo filme "Por Dentro de uma Gota D?água", receberam R$ 10 mil e ainda Prêmio Estimulo de R$ 5 mil do Ministério da Cultura;
* Melhor roteiro: Gustavo Acioli, pelo filme "Nada a Declarar", recebeu R$ 5 mil;
* Melhor fotografia: Kika Nicolela, pelo filme "Estória Alegre", de Cláudia Pucci, recebeu R$ 5 mil;
* Melhor montagem: Rogério Brasil Ferrari, pelo filme "Justiça Infinita", de Cacá Nazário, recebeu R$ 5 mil;
* Prêmio Especial do Júri para o documentário "Cinema Pagador", de Isabel Ribeiro e Henrique Pires;
* Menção Honrosa do Júri para o ator Emanuel Cavalcante, no filme "Por Dentro de uma Gota D?água";
* Menção Honrosa para o documentário "Procurando Falatório", de Luciana Tanure.

– Prêmio Júri Popular

* Melhor longa-metragem em 35mm: "Glauber o Filme, Labirinto do Brasil", de Silvio Tendler, recebu R$ 30 mil e ainda R$ 20mil do Projeta Brasil – Cinemark;
* Melhor curta-metragem em 35mm: "Momento Trágico", de Cibele Amaral, recebeu R$ 20 mil.

– Prêmio Câmara Legislativa do Distrito Federal – exclusivo para produções do DF

* Melhor longa-metragem em 35mm: "Subterrâneos", de José Eduardo Belmonte, recebeu R$ 50 mil;
* Melhor curta-metragem em 35mm: "Toda Brisa", de André Carvalheira, recebeu R$ 10 mil e ainda R$ 8 mil em equipamentos de iluminação e maquinaria da Quanta;
* Melhor filme em 16mm: "Um Último Dia", de Nara Riella, recebeu R$ 5 mil e ainda
R$ 4 mil em equipamentos de iluminação e maquinaria da Quanta.

– Prêmio Aquisição Canal Brasil

Curtas: "Transubstancial", de Torquato Joel, e ?Cartas da Mãe?, de Fernando Kinas e Marina Willer, receberam R$ 5 mil cada.

– Prêmio Marco Antônio Guimarães – conferido pelo Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro para o filme que melhor utilizar material de pesquisa cinematográfica brasileira: "Glauber o Filme, Labirinto do Brasil".

– Prêmio Andi – Cinema pela Infância – apoiado pela Unicef: "A Lata", de Leopoldo Nunes;
Menção Honrosa ao filme "Garotas do ABC".

– Prêmio da Crítica
* Melhor longa-metragem em 35mm: "Glauber o Filme, Labirinto do Brasil";
* Melhor curta-metragem em 35mm: "Transubstancial".

– Prêmio Saruê – homenagem do Correio Brasiliense ao melhor momento do 36° Festival de Brasília do Cinema Brasileiro: Paulo César Peréio, pela atuação em "Harmada".

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top