NAB Show
28/04/2017, 04:13

Em ano de crise, presença brasileira diminui na NAB

POR MARIO BUONFIGLIO, DE LAS VEGAS

A delegação brasileira no NAB Show, que por muitos anos foi a maior delegação estrangeira no evento, chegando a contar com quase 2 mil inscritos, não foi tão expressiva este ano no evento. No SET e Trinta, tradicional encontro dos brasileiros realizado pela Sociedade de Engenharia de Televisão no evento da associação de radiodifusores dos Estados Unidos, teve cerca de 380 pessoas credenciadas este ano, segundo a equipe de organização.

"Eu tive a impressão que, neste ano, o evento teve menos adesão em relação aos últimos anos", diz Paulo Marcos, engenheiro de telecomunicações da Hitachi. Para ele, assunto não faltava este ano no evento de Las Vegas para atrair o interesse dos vistantes brasileiros. "Eu sou da área de transmissão e distribuição por RF. Para nós, o IP chegou e a migração é inevitável. E no Brasil esse será também o novo passo", disse.

Marcelo Zamot, da Ideal Antenas, localizada no pavilhão brasileiro e presente há dez anos na NAB, explica estar na feira significa criar oportunidades de parcerias nos Estados Unidos. "A NAB, principalmente neste momento de migração de tecnologia da TV aberta para o IP, se torna referência e este seria o melhor momento para os Brasil. É muito importante saber qual o caminho a seguir, e esse norte quem vai nos trazer são os maiores nomes do setor que estão presentes aqui. Na minha visão, o ano de 2017 deveria ter uma atenção maior por parte dos brasileiros, porque este momento é decisivo sobre qual direção devemos seguir", disse.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top