Fomento
28/07/2004, 11:16

Ancine aporta US$ 300 mil em co-produções luso-brasileiras

POR REDAÇÃO

Com recursos dos orçamentos deste e do próximo ano, a Ancine incentivará a co-produção de dois filmes de longa-metragem no gênero ficção a serem realizados em regime de co-produção com empresas portuguesas. O edital, publicado no Diário Oficial da União desta quarta, 28, prevê a participação apenas de empresas brasileiras independentes (não podem ser ligadas à emissoras de radiodifusão ou operadoras de TV por assinatura) que venham a deter no mínimo 20% do valor patrimonial da obra a ser produzida. Não podem participar projetos que já tenham sido iniciados. Os filmes deverão ser dirigidos por portugueses ou brasileiros ou ainda diretores estrangeiros com visto permanente num dos dois países. O edital estabelece os critérios para a seleção, que será realizada por uma comissão luso-brasileira em novembro, bem como as diversas condições para participação. Os projetos deverão ser inscritos até 27 de setembro próximo.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top