OUTROS DESTAQUES
Empresas querem planejamento do Minicom
segunda-feira, 01 de setembro de 1997 , 22h00 | POR REDAÇÃO

Empresas que ainda não participam do mercado de TV paga e empresas que controlam concessões já manifestaram que não participam das licitações de TV paga se o Ministério das Comunicações não der garantias de quantas serão as outorgas para cada região, de quando estas outorgas serão licitadas e de qual será o valor mínimo de cada uma. As empresas temem, além do risco de impugnação de um processo de licitação nestas condições, a dificuldade de levantar financiamento externo para o negócio por não poderem dar garantias aos investidores das condições em que o capital será aplicado. Outras empresas ouvidas por PAY-TV Real Time News afirmam que podem até participar de uma "licitação cega" (sem que se tenha estas condições futuras devidamente esclarecidas), mas pagarão o mínimo possível pela outorga.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro de lideranças do mercado de telecomunicações

19 de setembro a 20 de setembro
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top