TV pública
02/02/2016, 22:56

Américo Martins deixa a presidência da EBC

Américo Martins está deixando a presidência da Empresa Brasil de Comunicação, a EBC, responsável pela TV Brasil e a Agência Brasil. O jornalista, que foi diretor-geral da EBC, estava na presidência desde agosto do ano passado. Segundo nota da jornalista Vera Magalhães, da Veja, Martins teria saído alegando ingerência política na EBC.

Além de Martins, deixam a empresa pública Myriam Porto, diretora de produção, e Asdrúbal Figueiró, que acumulava os cargos de diretor geral e diretor de conteúdo e programação. Ficam, portanto, quatro cargos abertos.

O atual diretor vice-presidente de gestão e relacionamento da EBC, Mário Maurici de Lima Morais, é o cotado para assumir o posto deixado por Martins.

Veja a nota da EBC:

Américo Martins deixa a presidência da EBC

O jornalista Américo Martins entregou hoje (02) seu pedido de demissão ao Ministro Chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Edinho Silva, que o aceitou. O desligamento da EBC foi motivado por questões pessoais. Américo foi nomeado para o cargo de diretor-presidente da Empresa Brasil de Comunicação no dia 12 de agosto de 2015.

Américo Martins chegou à EBC há pouco mais de um ano para ocupar inicialmente a diretoria-geral. Durante sua gestão, trabalhou para aumentar a relevância dos veículos da EBC, investindo em mais esporte, fortalecendo os conteúdos jornalísticos e apoiando projetos, como a expansão da Rede de TV Digital.

"Gostaria de agradecer a todos os profissionais da Empresa e a todos os que acreditam na comunicação pública. Foi uma honra ocupar a Presidência da EBC e ajudar a consolidar este projeto, de vital importância para a democracia. Sou muito grato à Presidenta Dilma Rousseff e ao ministro Edinho Silva pela oportunidade", disse Américo Martins.

O diretor-geral, Asdrúbal Figueiró, também deixa a EBC. O jornalista estava na Empresa desde março de 2015, quando assumiu a Diretoria de Conteúdo e Programação, a convite de Martins.

Os dois jornalistas permanecem nos cargos até a publicação das exonerações no Diário Oficial da União.

Comentários

1 Comentário

  1. Diogo Teles de Menezes disse:

    Uma pena. A EBC perdeu excelentes profissionais, que poderiam usar o modelo da BBC-UK para transformá-la em unidade de excelência audiovisual. Se o noticiado for verdade, deve ser muito dificil trabalhar neste governo, com tanta ingerência política, disputa por carguinhos e nacos de poder. Se a pessoa é um bom profissional e não é morto de fome, acaba saindo. Só os medíocres estão permanecendo.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top