OUTROS DESTAQUES
Mercado
Sky anuncia lucro de US$ 38,2 milhões em 2003
terça-feira, 02 de março de 2004 , 13h45 | POR REDAÇÃO

A Sky divulgou nesta terça, 2, seus resultados operacionais referentes ao ano de 203. Foi o primero ano na história da operadora em que um lucro foi contabilizado ao final do período. A empresa fechou o ano de 2003 com lucro líquido de US$ 38,2 milhões, decorrente do aumento na base de assinantes, redução de custos e ganhos financeiros. O EBITDA da Sky em 2003 foi de US$ 13,3 milhões positivos, resultado também inédito. Com isso, os aportes de capital dos acionistas caíram em 2003 de US$ 49,2 milhões em 2002 para US$ 36,8 milhões no ano passado.A receita bruta da operadora em 2003 foi de US$ 238,6 milhões (crescimento de 14%) e a receita líquida foi de US$ 201,9 milhões. As despesas operacionais diretas da Sky ficaram em US$ 140,4 milhões. O custo de programação representou 45% da receita líquida no ano, ou seja, cerca de US$ 90 milhões, contra 51% da receita líquida de 2002. O endividamento da empresa, entretanto, é de US$ 223,5 milhões no curto prazo e US$ 212,9 milhões no longo prazo. Este ano a Sky já anunciou a disposição de negociar as condições da dívida a vencer.
Do ponto de vista operacional, a Sky conseguiu um bom aumento da receita média por assinante (ARPU), que chegou em 2003 a R$ 79,90 (contra R$ 69,2 em 2002). O aumento decorre, sobretudo, do crescimento do pay-per-view, dos reajustes e do novo empacotamento. A Sky vendeu cerca de 177 mil pacotes do Brasileirão em 2003, o que representa 15% a mais em total de vendas. O valor médio de cada pacote, entretanto, foi 39% maior. Esse número representa 60% das vendas de PPV das operadoras que têm a opção, ligadas à Net Brasil. A base de assinantes em 2003 cresceu 7%, para 784,3 mil clientes.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top