Cable 2004
02/05/2004, 14:12

Digitalização e HDTV dominam a cena nos EUA

POR SAMUEL POSSEBON, DE NEW ORLEANS.

A Cable 2004, evento anual da NCTA (associação dos operadores de cabo dos EUA), começou neste domingo em New Orleans. O tema central deste ano, como já havia acontecido no ano passado, é a digitalização das redes. Mas não a simples digitalização, e sim aquela que permite à TV de alta definição (HDTV) chegar aos lares norte-americanos. A FCC, em 2003, pressionou fortemente os operadores de cabo nesse sentido, e a indústria tenta, em 2004, mostrar o que está fazendo.
Dos 71 milhões de usuários de TV a cabo, 21,5 milhões já usam serviços de vídeo digital (penetração de 30% no total de assinantes de cabo), mas não necessariamente HDTV. Com isso, as MSOs norte-americanas estão praticamente empatadas com as duas redes de DTH dos EUA (DirecTV e Echostar) em número de assinantes digitais. São, portanto, 42 milhões de assinantes de TV paga com serviços digitais no país, o que representa praticamente 39% de penetração sobre os 108 milhões de domicíclios com TV. Para se ter uma idéia do crescimento das redes de cabo digitais nos EUA, vale lembrar que em 2000 havia pouco menos de 10 milhões de usuários, em 2001 pouco mais de 15,4 milhões e, em 2002, eram 19 milhões. Além disso, as estimativas mais recentes apontam que em 2003 cerca de 16,5 milhões de assinantes usaram serviços de video-on-demand nos EUA por redes de cabo. Time Warner, Cox, Comcast e Insight já têm serviços de Digital Video Recording (DVR).

HDTV

De todos os mercados em que existe TV por assinatura, 155 têm redes de cabo prontas para receber sinais em HDTV, incluindo todos os 30 principais mercados. E na onda da digitalização da TV norte-americana, os olhos se voltam também para os programadores que fornecem canais em HDTV (TV de alta definição). Já são 15 o total de canais HD: HBO, Showtime, Cinemax, Movie Channel, Starz!, Bravo, Discovery, ESPN, INHD 1 e 2, MSG, Comcast SportsNet, NBA TV, HDNet e HDNet Movies. Outros, como A&E, History Channel, Biography Channel, estão a caminho. As redes abertas não ficam para trás: a CBS tem todas as séries de horário nobre em HD, assim como a NBC, que transmite oito horas semanais em alta definição. A ABC transmite 16 horas de programas inéditos em HD, assim como os principais eventos esportivos. A PBS (rede pública) tem acervo de 170 horas em alta definição e produz suas principais atrações nessa modalidade de TV digital. A WB (Warner) também tem seus principais programas em HD e transmite 4,5 horas semanais nessa modalidade.
O que ainda parece ser a principal barreira para a TV de alta definição na forma aberta (broadcast) é a desinformação do espectador, o que cai acentuadamente entre os usuários de TV paga nos EUA. Dos usuários que têm apenas canais abertos, 65% conhecem a TV de alta definição, segundo a NCTA. Esse percentual sobe para 81% entre os usuários de DTH, 93% entre os usuários de cabo, 89% entre os usuários de cabo digital e 94% entre os usuários de banda larga.
Os fabricantes de equipamentos de TV que vendem para os EUA, por sua vez, fabricam desde o início do ano televisores digitais cable ready, ou seja, preparados para receber seus sinais diretamente das redes de cabo, e não necessariamente captá-los através de um set-top box ou de forma aberta. Dos 100 principais mercados de cabo nos EUA, 47% têm oferta de HDTV pelas operadoras.
A expectativa é que sejam vendidos este ano 5,4 milhões de aparelhos de TV com capacidade para alta definição, que se somarão aos 7,5 milhões já existentes. Em 2005 e 2006 a expectativa é de vendas em torno de 8 milhões e 10,5 milhões de aparelhos, respectivamente.

Brasil digital

A Cable 2004 promete ser não apenas a celebração da digitalização para os norte-americanos. A expectativa é grande também em relação aos operadores brasileiros. Os três maiores operadores de cabo (Net, TVA e Horizon) anunciaram planos de digitalizar, pelo menos inicialmente, suas redes em 2004. É provável que alguns projetos já sejam anunciados em New Orleans, já que os principais fornecedores participam do evento.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top