Política
02/10/2003, 16:30

Miro discute TV digital com outros ministérios

POR REDAÇÃO

O ministro das comunicações, Miro Teixeira, realizou nesta quinta, dia 2, uma reunião com representantes dos ministérios que compõem o grupo interministerial de análise do Sistema Brasileiro de TV Digital. Durante a reunião, Ricardo Benetton, representante do CPqD, fez uma apresentação introdutória sobre o tema, em nome do Minicom, e falou sobre como o assunto deverá ser conduzido pelo Governo. O ministro Miro Teixeira afirmou que este grupo irá elaborar outro decreto em até 30 dias, detalhando como se dará o início das pesquisas sobre TV digital no Brasil. Miro ressaltou ainda que a Anatel não ficará de fora do processo, mas sua participação acontecerá em outro momento. Durante a apresentação do CPqD ressaltou-se a importância que a implantação da TV digital terá sobre a pesquisa tecnológica. Além disso, foi colocado que a TV digital deverá ser introduzida de maneira a garantir a inclusão digital, sendo acessível, principalmente, à população de baixa renda.
Para Ricardo Benetton, representante do CPqD, é muito importante que o Governo estabeleça políticas públicas que estimulem a cultura digital na sociedade. Ele lembrou que 149 milhões de brasileiros não têm acesso à Internet, e que esta "cultura digital" deve ser desenvolvida para que as pessoas possam saber utilizar os recursos proporcionados pelas novas tecnologias. Benetton dividiu os recursos necessários à implantação da TV digital no Brasil em três pontos: os recursos físicos (terminais e redes de telecomunicações, e conteúdo); recursos humanos (que promovam a "alfabetização digital") e; recursos sociais (políticas públicas). Uma nova reunião deve ser marcada, mas ainda não há data definida.
Participaram da reunião desta quinta: Emerson Menia, representando a Petrobras; Jean-Claude Frajmund, representado o Ministério da Educação; Pedro Jaime Ziller e José Augusto T. Lima Baptista, representando o Ministério das Comunicações; Ricardo Benetton, representando o CPqD; Antônio Marques Porto, representando o Ministério das Relações Exteriores; Cláudio Prado e Manoel Rangel, representando o Ministério da Cultura; Rodrigo Augusto Rodrigues e Sérgio Amadeu, representando a Casa Civil; Edmundo M. Oliveira, representando o Ministério da Fazenda e; Arnaldo G. Serrão, Alexandre R. P. Lopes, Roberto Jaguaribe e Manoel Lousada, representando o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

ABTA 2003

Durante o Congresso ABTA 2003, que acontece na próxima semana, em São Paulo, o tema TV digital volta à pauta de discussões. Representantes da ABTA, da SET (Sociedade de engenharia de Televisão) e do Ministério das Comunicações debatem como a TV por assinatura poderá participar do processo de digitalização da TV brasileira. Mais informações sobre o Congresso ABTA 2003 podem ser obtidas pelo site www.abta2003.com.br ou pelo telefone (11) 3120-2351.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top