OUTROS DESTAQUES
As TVs por assinatura em UHF buscam uma saída
quarta-feira, 03 de janeiro de 2001 , 22h40 | POR REDAÇÃO

Na consulta pública nº 268, publicada em 28 de novembro pela Anatel (e que dispõe sobre alterações nos planos básicos de ocupação do espectro por retransmissoras de televisão, geradoras UHF e serviços especiais de TV por assinatura por UHF (TVAs), está escrito: a agência considera as tais TVAs "obsoletas". Tal expressão gerou pânico entre boa parte dos 25 proprietários deste tipo de outorga, que se reuniram no dia 19 de dezembro para debater seu futuro. A conclusão: só quem estiver prestando algum tipo de serviço efetivamente, com assinantes pagando, terá alguma chance de sobrevivência. As empresas têm até 12 de fevereiro para apresentar sugestões à consulta pública. Boa parte dos principais grupos de mídia eletrônica do Brasil, incluindo Globo, Abril e RBS, têm outorgas destas TVs por assinatura em UHF.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top