Infraestrutura
03/06/2015, 22:46

Smartphone será usado por 70% da população mundial até 2020, diz Ericsson

POR HENRIQUE MEDEIROS

Em 2020, 70% da população mundial usará smartphones e 90% deles serão cobertos por redes de dados móveis de banda larga, revela a nova edição do Relatório de Mobilidade da Ericsson. Além disso, 26 bilhões de dispositivos estarão conectados, mostrando o crescimento da chamada Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês).

A quantidade de smartphones em serviço, por sua vez, devem mais que dobrar até 2020, atingindo 6,1 bilhões  – atualmente são 2,6 bilhões. A maior parte do crescimento virá de países em desenvolvimento, nas região Ásia-Pacífico, África e Oriente Médio.

"Dos cinco países que mais vão adquirir assinaturas de smartphones, só a Índia deve conseguir 620 milhões. Eles vão adquirir uma América Latina inteira de pessoas até 2020", explica André Gualda, especialista do ConsumerLab da Ericsson na América Latina. "A gente ainda tem Oriente Médio e África crescendo. Ao todo, 80% das novas conexões em smartphones do mundo serão dessas regiões".

Outro dado importante da pesquisa é que, até 2020, 90% da população mundial acima dos seis anos de idade terá um smartphone.

Gualda ainda aponta que a razão para o crescimento do mercado móvel é a possibilidade de o smartphone dar margem para criar novas aplicações e novos modelos de negócios, algo que tecnologias antigas, de cinco anos atrás, não conseguiam. Ele se refere, obviamente, à chamada economia de apps.

Consumo de dados e vídeos

Parte do desenvolvimento do mercado móvel mundial passa pelo consumo de dados, em especial por serviços de streaming de vídeo e plataformas de vídeo online.

Apenas entre o primeiro trimestre de 2014 e o primeiro trimestre de 2015, o consumo de dados no mundo cresceu 55%. A estimativa da Ericsson é de que os smartphones representem 86% do consumo de dados móveis em 2020. E conexões 4G (LTE) responderão por 78% desse tráfego.

"60% de todo consumo de dados móveis virá de aplicações de vídeo, sendo que 10% dos usuários (heavy users) vão gerar 55% tráfego móvel. Isso está muito atrelado ao uso do vídeo. A maior quantidade deles deve vir de países desenvolvidos".

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top