OUTROS DESTAQUES
Operação
Novo DTH em banda C assina contrato com a Anatel
quarta-feira, 03 de setembro de 2003 , 20h26 | POR REDAÇÃO

A empresa DTH Interactive assinou nesta quarta, 3, o termo de autorização para prestar o serviço de TV por assinatura via satélite. A empresa adotará o nome fantasia AstralSat e, segundo o sócio e gerente da operadora, Hélio Cézar Barroso, o início da operação será daqui a 30 dias, ainda em carater de testes. Em novembro, prevê o executivo, a operação deve estar no ar comercialmente. A AstralSat fica em São Paulo e aposta no uso do satélite Brasilsat B1 (em banda C, portanto) para oferecer um serviço mais barato que os DTHs atuais. A idéia da empresa, que só em licença está gastando R$ 370 mil, é chegar ao público B e C com pacotes entre R$25 e R$30. A rede terá 24 canais abertos e oito canais próprios.
Segundo reportagem da revista PAY-TV de abril, o Astralsat não terá pacotes pré-definidos. O sistema de assinatura será pré-pago, ou seja, a cada mês o assinante decide quanto vai querer gastar.
A DTHI fez um acordo inicial com a Zinwell para o fornecimento dos primeiros decoders, que não serão subsidiados, garantiu Barroso, na ocasião, à PAY-TV. A distribuição será feita pela rede de instaladores de antenas, com venda "off the shelf". Quer dizer, o assinante compra o decoder diretamente do revendedor. Numa próxima etapa, poderão ser usados outros IRDs, inclusive de fabricantes nacionais. "Usamos a encriptação da Irdeto; então, qualquer IRD que trabalhe com essa plataforma poderá ser usado", explica Barroso. Ele estima que o custo final do decoder importado fique em torno de US$ 100, mas esse valor pode diminuir bem num segundo momento.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top