Política
04/02/2016, 19:35

Programa Programadora Brasil deve ser ampliado em 2016

O audiovisual tomou boa parte do capítulo dedicado à cultura na mensagem ao Congresso Nacional entregue pela presidenta Dilma Rousseff na abertura do ano legislativo de 2016. Sobre o Programa Brasil de Todas as Telas, o documento prevê para 2016 o desenvolvimento de 620 projetos e a estruturação de 55 núcleos criativos em todas as regiões do País.

Além de fazer um balaço dos investimentos realizados em 2015, a mensagem aponta que, em 2016, deverá ser ampliado o Programa Programadora Brasil, bem como consolidado o Programa Memória Brasil, por intermédio da contratação de serviços de recuperação, organização, catalogação, preservação, restauro, reprodução e ampliação e difusão de acervos audiovisuais, por meio do licenciamento de títulos para disponibilização por meio dos espaços de exibição não comercial.

Além disso, Dilma aponta que Canal de Cultura entrará em operação durante o ano de 2016, "a partir da distribuição de conteúdo por meio de Vídeo por demanda (VoD) e TV web".

Vale Cultura

O balanço feito sobre o Programa de Cultura do Trabalhador, o Vale-Cultura, não é animador. Embora o documento aponte que o programa "tornou-se um importante instrumento de ampliação de acesso à cultura e de dinamização do mercado cultural interno", os números apresentados ainda são modestos. O Vale-Cultura, em dezembro de 2015, alcançou cerca de 466 mil beneficiários, por meio de uma rede com mais de 39 mil recebedoras, que são os pontos que aceitam o cartão como forma de pagamento. O consumo com o Vale-Cultura foi de aproximadamente R$ 198 milhões.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top