Mercado
04/06/2002, 22:08

Para Stoliar, conteúdo feito só para TV paga não tem futuro

POR REDAÇÃO

"Quem produz conteúdo audiovisual apenas para TV paga no Brasil vai quebrar!", afirmou Guilherme Stoliar, superintendente comercial do SBT. Ele participou do III Fórum Brasil de Programação e Produção, realizado nestas terça, dia 4, e quarta, dia 5. Ele ponderou sua colocação lembrando que a TV paga não tem massa crítica para viabilizar economicamente a produção audiovisual independente, uma vez que as próprias TVs abertas já enfrentam muita dificuldade para rentabilizar suas produções. Stoliar é também sócio e fundador da TV Alphaville, uma das primeiras redes de cabo no Brasil. Segundo o executivo, contudo, o volume de assinantes no País, mesmo que não crescesse mais, permitiria uma indústria rentável, mas algumas consolidações seriam necessárias.
Júlio Bartolo, diretor geral da ESPN Brasil, afirmou que de fato a produção de conteúdo no Brasil é algo complicado do ponto de vista financeiro. "É uma iniciativa que requer acionistas comprometidos com um projeto de longo prazo", explica, lembrando que o ESPN Brasil chega ao seu sétimo ano de existência ainda sem chegar ao break even. Bartolo também participou dos debates do III Fórum Brasil.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top