Política
04/06/2003, 18:50

Para Miro, não há concentração na mídia

POR REDAÇÃO

O ministro das Comunicações, Miro Teixeira, não considera que haja concentração na mídia brasileira. "Na TV aberta, o que antes era monopólio da Globo não existe mais. Existem cinco geradoras, com iguais condições de competir", afirmou. Essa posição foi manifestada pelo ministro após ser questionado, em audiência na Comissão de Comunicação da Câmara, pelo deputado Dr. Hélio (PDT/RJ) sobre as medidas de controle da propriedade cruzada anunciadas esta semana pela FCC norte-americana.
Miro Teixeira deu a entender que o que precisa ser observado no Brasil é justamente a tendência de flexibilizar estas regras de propriedade cruzada. "Sou sempre a favor de olharmos o que se passa em outros países. Acho que no Brasil temos um bom sistema de comunicação, com diversidade de veículos e isso traz a liberdade de imprensa", completou. O ministro não quis afirmar que não ampliaria os hoje praticamente inexistentes limites de propriedade impostos pela legislação brasileira, mas também não quis se aprofundar nesta discussão.
Vale lembrar que no Brasil o único limite existente é o do decreto 236/67, que limita a propridade de emissoras em no máximo cinco, na mesma categoria (UHF ou VHF), por grupo, ou duas por Estado.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top