DTH
04/11/2003, 16:31

Sky lança seu PVR; IRD de R$ 1,5 mil será produzido no Brasil

POR REDAÇÃO

A Sky anunciou nesta terça, 4, o lançamento de seu serviço de PVR (Personal Video Recorder), o Sky+. Com campanha na grande imprensa a partir de amanhã, o serviço tem um valor de entrada de R$ 1.499,00 (preço do IRD com PVR integrado) mais R$ 19,90 mensais de assinatura, além do valor do pacote de canais. O valor da caixa poderá ser pago em três vezes no cartão de crédito.
O IRD foi desenvolvido pela operadora com a empresa sul-africana UEC e com a NDS (responsável por todo o software gerenciador do sistema). Os primeiros exemplares serão importados, mas está prevista produção nacional pela Thomson a partir de dezembro.
Segundo o CEO da Sky no Brasil, Ricardo Miranda, a expectativa inicial é de atingir cerca de 10% da base com o serviço (ou cerca de 80 mil assinantes) nos primeiros meses de operação. PAY-TV apurou que a produção de IRDs em Manaus deve ser de cerca de 4 mil a 5 mil unidades/mês.

Funcionalidades

O serviço começa com algumas funcionalidades básicas do PVR ativadas, mas outras serão acrescentadas ao longo de 2004. Inicialmente, o assinante poderá gravar até 50 horas de sinal, selecionando os programas diretamente a partir da grade eletrônica. Pode também "pausar" a programação ao vivo da TV (inclusive canais abertos), retomando depois do ponto em que parou. O IRD tem saídas digitais para home theater (saída óptica para Dolby 5.1) e uma porta USB, cujo uso ainda não está definido. A caixa conta com dois tuners, o que permite ao assinante gravar um programa enquanto assiste outro. Algumas outras funcionalidades da caixa, como a possibilidade de receber conteúdo para ser comercializado sob-demanda, serão implementadas posteriormente.
Outra novidade importante é a inclusão no pacote de um controlador infra-vermelho que pode ser instalado em outros locais da casa e que permite ao usuário comandar o IRD de cômodos diferentes, por exemplo. É uma alternativa à limitação, característica do DTH (pelo custo da caixa), à oferta de ponto adicional.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top