Financiamento público
05/11/2015, 17:03

Ancine anuncia novos investimentos do Programa Brasil de Todas as Telas

A Ancine divulgou nesta quinta-feira, 5, o resultado final da Chamada Pública Prodecine 01/2014 do Programa Brasil de Todas as Telas e uma nova rodada de investimentos em quatro chamadas públicas que funcionam no sistema de fluxo contínuo. O valor total da operação anunciada é de R$ 35,3 milhões, em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual – FSA.

Pelo Prodecine 01/2014 (aporte na produção de longas-metragens), o Programa investirá em 21 longas-metragens com destinação inicial para as salas de exibição. O Comitê de Investimento do FSA selecionou 17 projetos de ficção, dois de animação e dois documentários. A chamada recebeu 126 projetos inscritos e após as fases de habilitação e de análise e avaliação, 50 projetos foram convocados para a defesa oral.

Entre os vencedores estão projetos apresentados por produtoras dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Pernambuco, Rio Grande do Sul, e do Distrito Federal.

Nova edição

Na próxima terça-feira, 10 de novembro, serão abertas as inscrições para uma nova edição da chamada pública que oferece recursos para a produção de longas-metragens. Ação prevista pelo Programa Brasil de Todas as Telas – Ano 2, o Prodecine 01/2015 disponibilizará R$ 40 milhões para aporte na produção de filmes de ficção, animação e documentário com destinação inicial para as salas de exibição. O resultado final está previsto para maio de 2016.

Fluxo contínuo

Também foi divulgada uma nova leva de investimentos em projetos selecionados entre os inscritos nas linhas de fluxo contínuo do Programa Brasil de Todas as Telas. Pela Chamada Pública Prodav 1/2013, que investe na produção destinada ao mercado de televisão, sete projetos documentais foram contemplados, sendo quatro obras seriadas e três telefilmes.

Três outras chamadas que se referem ao mercado cinematográfico também tiveram investimentos anunciados: O Prodecine 3/2013 destinará recursos para a comercialização de "Mate-me por favor", de Anita Rocha da Silveira; o Prodecine 4/2013 oferecerá recursos para a complementação da produção do longa "Meu Mundial", de Carlos Morelli; e pelo Prodecine 06/2015 o Programa investe na coprodução "Ninguém está olhando", da diretora argentina Julia Solomonoff, que tem a produtora brasileira Taiga Filmes e Vídeo como coprodutora minoritária.

Veja aqui a ficha técnica dos projetos contemplados nas Chamadas Públicas anunciados nesta quinta.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top