OUTROS DESTAQUES
Ampliação ao capital estrangeiro no cabo está complicada
quarta-feira, 05 de dezembro de 2001 , 22h20 | POR REDAÇÃO

Quem imaginava que seria simples e fácil a tramitação do projeto de lei 175/2001, que muda a Lei de TV a Cabo em seu artigo 7º e elimina o limite do capital estrangeiro, pode se preparar. O assunto ganhou proporções muito maiores do que as iniciais e deve demorar para sair do papel. Os motivos são vários: os grupos Globo e SBT manifestaram-se contrários à ampliação do limite, a Anatel deve "pegar carona" no projeto e propor mudanças mais radicais na Lei do Cabo e os senadores que por enquanto analisam a questão estão convencidos de que essa discussão passa por questões mais amplas, que envolvem a revisão da legislação de comunicação no país. Esse foi o resultado da audiência pública realizada nesta quarta, dia 5, na Comissão de Educação do Senado sobre o projeto de lei. "Eu imaginava que o projeto era simples e que o relatório seria elaborado rapidamente. Não é o que a audiência mostrou. O assunto é complexo e precisa ser analisado sob diferentes aspectos, talvez até com uma nova audiência", declarou o senador Gerson Camata (PMDB/ES), relator do projeto 175/01. Ele afirma que com os dados apontados na audiência mais a possibilidade de apresentação de substitutivos, o tema será visto com muito mais cuidado.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top