OUTROS DESTAQUES
Para ABTA, infra-estrutura e conteúdo não se misturam
quarta-feira, 05 de dezembro de 2001 , 22h20 | POR REDAÇÃO

Alexandre Annenberg, diretor executivo da ABTA, foi o último a se apresentar aos senadores e ficou, portanto, com a responsabilidade de rebater todos os argumentos anteriores (e contrários) às mudanças na Lei de TV a Cabo. Annenberg fez questão de ressaltar que por mais importante que sejam as preocupações com a questão do conteúdo nacional e das falhas na estrutura regulatória, as empresas de TV a cabo estão em dificuldades e precisam de dinheiro para manterem seus projetos de construção das redes, que são, em última instância, redes de telecomunicações. "É preciso deixar claro que as empresas de TV a cabo fazem a distribuição de conteúdo. Ampliar o limite de capital estrangeiro não vai mudar essa realidade, mas vai, por outro lado, permitir que as redes cheguem a mais pessoas, e nossas redes são parte das infovias do futuro".

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top