OUTROS DESTAQUES
Operadores, revoltados com PSN, discutem alternativas
quarta-feira, 06 de fevereiro de 2002 , 20h43 | POR REDAÇÃO

O fim das transmissões do principal evento da PSN criou um clima de revolta entre os operadores de TV paga que levavam o sinal. Isso porque boa parte do marketing de fevereiro (inclusive revistas de programação e publicidade em jornal) foi feita em cima do campeonato. Por ser um canal à la carte, o PSN também foi vendido durante o mês de janeiro usando como apelo a Libertadores. Nenhum outro canal pago tem a competição, que agora só pode ser assistida pela TV Globo. Os operadores associados à Neo TV (que compõem boa parte da base da PSN no Brasil) estudam uma forma de aproximar o canal do BandSports, previsto para estrear em maio. Acreditam que essa seja a única solução para recuperar um pouco do diferencial esportivo que, agora, só as operações Net têm.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top