Sucessão no Minicom
06/02/2004, 16:03

Zucarini lidera apostas para secretaria de radiodifusão

POR REDAÇÃO

Para dar à Secretaria de Serviços de Comunicação Eletrônica (antiga secretaria de radiodifusão) um caráter estritamente técnico, o ministro das Comunicações, Eunício Oliveira, cogita convidar para o cargo um ex-funcionário da casa, o engenheiro Emanuel Zucarini. Ex-diretor do Departamento de Serviços Privados no Minicom, e ex-coordenador de serviços de radiodifusão, funções nas quais trabalhou na regulamentação tanto de serviços de radiodifusão em geral como de televisão por assinatura, Zucarini, que assumiu a Diretoria de Serviços Privados em substituição a Roberto Blois, hoje na UIT, deixou o ministério ainda durante a gestão de Sérgio Motta. Em seu lugar, na época, entrou Ara Apkar Minassian, hoje superintendente de serviços de comunicação de massa da Anatel. Segundo fontes ligadas ao ministério, Zucarini já foi sondado e aceita a indicação, aguardando apenas a palavra final e o convite formal do ministro Eunício Oliveira.

Processos pendentes

Ainda de acordo com as mesmas fontes, o número de processos pendentes no ministério não chega a assombrosa cifra (150 mil) sugerida pelo secretário executivo, Paulo Lustosa, ?mas já passou dos cem mil. O pior é que são processos que no momento em que forem devidamente despachados, vão apresentar diversas inconsistências (certidões vencidas, por exemplo) cuja responsabilidade não pode ser imputada aos radiodifusores?, lembrou a fonte. ?A não ser que se contrate provisoriamente um grande número de funcionários para realizar este trabalho, estas pendências não serão resolvidas. Há documentos ?perdidos? nos pacotes que vieram das delegacias regionais e que sequer foram abertos?.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top