OUTROS DESTAQUES
Expectativas
Operadoras buscam a nova 'killer application' para o cabo
segunda-feira, 06 de maio de 2002 , 20h16 | POR REDAÇÃO

Uma das discussões dos painéis da NCTA Cable 2002, que acontece esta semana em New Orleans, é sobre quais serão os produtos que, aliados aos já existentes, terão potencial de alavancar as receitas dos operadores de TV paga. O serviço de video-on-demand, em sua modalidade plena (VOD), tem se mostrado ainda muito caro e problemático em termos de custo de programação. Segundo alguns analistas, trata-se mais de um elemento de retenção de base e proteção contra o crescimento da base de DVDs do que algo que possa realmente trazer receitas substanciosas. Niraj Gupta, analista do Salomon SmithBarney, especula sobre os novos produtos que podem cumprir nos próximos anos o papel que os cable modems estão cumprindo agora em termos de adição de receitas: telefonia, acesso à Internet com múltiplos ISPs e, principalmente, home networking. Segundo o analista, existe um grande potencial de mercado para as empresas de cabo que se disponham a solucionar o problema de rede da casa dos assinantes, integrando os serviços e oferecendo o suporte necessário para todos os produtos que cheguem via cabo. A verdade, contudo, é que ainda há muito espaço para o crescimento dos serviços de dados (só agora, por exemplo, os americanos discutem pacotes mais baratos para acesso à Internet) e serviços digitais. Wall Street parece estar querendo um novo combustível para impulsionar as ações, mas isso aparentemente não será simples.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top