IV Fórum Brasil
06/05/2003, 14:10

Senna abre Fórum com exposição da política de audiovisual

POR REDAÇÃO

Em sua palestra de abertura do IV Fórum Brasil de Programação e Produção nesta terça, 6, o secretário nacional do Audiovisual, Orlando Senna, fez um apanhado do que foi o desenvolvimento da política para o setor nos últimos dois anos, lembrando a formação do Congresso Brasileiro de Cinema, do Gedic e da Ancine. Senna participou da elaboração do programa de governo do PT para o setor e disse que o governo entende que o audiovisual tem que ser fomentado pelo poder público, com apoio à produção e à distribuição. "A indústria cultural não pode ser tratada como as outras, porque o produto cultural tem outro valor", afirmou. Lembrou ainda que nos EUA o audiovisual é a segunda maior indústria da economia.

Sinfonia

Senna disse, no entanto, que o momento atual é o "segundo andamento da sinfonia", ou seja, que agora no governo o PT sentiu que há grandes dificuldades de implantação do projeto, como os custos altos, "um mercado distribuidor dominado e o mercado produtor sufocado". Lembrou que o produto hegemônico (EUA) domina 80% do mrcado mundial. E afirmou que para se reverter isto é preciso uma mudança de foco, do mercado para a sociedade. "O Brasil precisa começara a amar seu cinema como ama sua música, aí esse gosto invadirá o mercado", concluiu.

Distribuição

Finalmente, Senna falou de diversos projetos para fomentar a distribuição de conteúdo audiovisual nacional, como a transmissão via satélite para os milhares de receptores e antenas do governo espalhados pelo país, a exibição em universidades etc, ressaltando que o principal veículo deve ser a televisão, e preconizou a criação de uma rede pública de TV.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top