VOD
06/06/2017, 01:11

Philos lança "Livro Vivo", série que aborda títulos literários contados por seus autores

"Livro Vivo", série inédita do canal Philos e coproduzida pela Cine Group, apresenta a historiadora Heloisa Starling e a antropóloga Lilia Moritz Schwarcz falando sobre seu livro, "Brasil: uma biografia". A primeira temporada, que  estreou no canal on demand em junho, traz quatro episódios com as participações das autoras sobre a publicação lançada em 2015.

O livro aborda o cotidiano, a expressão artística e a cultura, as minorias, os ciclos econômicos e os conflitos sociais desses mais de 500 anos de Brasil. Para dar conta de um livro tão vasto, a série "Livro Vivo" traz as escritoras em quatro episódios, gravados no Centro Cultural da Justiça Eleitoral (Rio de Janeiro) com cenário de Gringo Cardia.

O primeiro episódio, "Uma terra chamada Brasil", começa falando do Brasil antes de ser Brasil. As escritoras comentam temas que vão da escravidão à luta pela liberdade.

"Uma monarquia tropical e bem no meio das Américas" vai de 1808 a 1841. As convidadas contam detalhes da vinda de D. João para o Brasil e a instalação da monarquia nos trópicos.

O capítulo seguinte, "Projetos para o Brasil: de D. Pedro II a Getúlio Vargas", foca na  formação de dois projetos nacionais, até 1954. Entre os assuntos comentados estão a Guerra do Paraguai, abolição e República. As várias facetas do presidente Getúlio Vargas e a Era Vargas também são retratadas.

Para fechar a primeira temporada, "Livro Vivo" apresenta o episódio "No fio da navalha: Democracia, Ditadura e os impasses do Brasil contemporâneo" que vai até os principais acontecimentos de 2016. Da Ditadura à Democracia, abordando os anos de JK, o Golpe Militar e a Ditadura, além da Nova República e os novos caminhos da cidadania.

A segunda temporada está prevista para o segundo semestre deste ano, com as participações de Heloísa Buarque de Hollanda ("Cultura em Transe" e "Os Marginais"), Ricardo Abramovay ("Muito Além da Economia Verde"), Beatriz Resende ("Lima Barreto e o Rio em Fragmentos") e Miriam Goldenberg ("A Bela Velhice").

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top