Audiência
06/12/2016, 16:51

GfK espera break-even em 2018

Em um cenário otimista, a GfK espera atingir seu break-even no Brasil a partir de 2018. Após um começo tortuoso e atraso nas operações, a empresa está agora em funcionamento pleno, garante Flavio Ferrari, diretor geral da empresa no país.

Flavio Ferrari

Flavio Ferrari

Em relação à medição de audiência de TV, os resultados da empresa alemã, que veio ao Brasil concorrer com a Kantar Ibope Media, não vêm apresentando diferenças substanciais em relação aos existentes até então. " E nem deveria", diz Ferrari. "Se as amostras estão bem montadas, os resultados são semelhantes. Pode haver diferenças pontuais, por conta das margens de erro de cada um e da metodologia", completa.

A GfK trabalha agora em projetos em parceria com outros institutos de pesquisa, como Ipsos e Nielsen. "Isso é muito comum lá fora, juntar quem faz pesquisa com quem consegue levantar muitos dados. Com a Nielsen estamos fazendo, por exemplo, um projeto para medir ROI (retorno de investimento) de campanhas combinando a audiência dos programas na TV e no digital", conta Ferrari.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top