OUTROS DESTAQUES
ABTA 2003
Canais estrangeiros destacam disposição para produção local
quarta-feira, 08 de outubro de 2003 , 15h43 | POR REDAÇÃO

"Hoje vivemos um momento novo, com uma disposição grande de levar aos canais estrangeiros um pouco do conteúdo brasileiro", declarou Anthony Doyle, vice-presidente da Turner do Brasil, durante o debate "Qualidade: o segredo do conteúdo", que abriu o segundo dia do Congresso ABTA 2003. A frase de Anthony Doyle sintetizou a disposição manifestada também por Fox e Discovery. Para Abel Puig, principal executivo dos canais Fox no Brasil, está claro que os canais estrangeiros no Brasil, sobretudo os executivos locais, devem buscar sempre mostrar aos seus acionistas que a TV por assinatura é um bom negócio e depende inclusive do esforço de tornar a programação mais próxima da vontade brasileira. "Temos que abrir esse espaço, e isso já está realmente acontecendo", declarou Abel Puig. Guillermo Sierra, vice-presidente da Discovery Networks, compartilha da opinião de que esse espaço para o conteúdo local dos países em que a programadora opera precisa ser aberto, já que é uma demanda do público. Ele também coloca a possibilidade de que conteúdo brasileiro seja reaproveitado pela Discovery em outros países, opinião essa compartilhada pelas outras programadoras internacionais.
"O que é preciso ter em mente são as características do canal. O conteúdo precisa estar de acordo com essas características", diz Doyle.
Abel Puig ressalta que o espaço para que o conteúdo brasileiro vá para o exterior é grande e que está claro que os canais estrangeiros estabelecidos no Brasil estão dispostos a brigar por mais conteúdo local, mas ressaltou a necessidade de que o conteúdo tenha interesse internacional.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top