OUTROS DESTAQUES
Mercado
Horizon compra a Canbrás e ganha 170 mil assinantes
quarta-feira, 08 de outubro de 2003 , 20h21 | POR SAMUEL POSSEBON

A Canbras Communications, do Canadá, anunciou no final da tarde desta quarta, dia 8, à bolsa de Toronto, a venda de sua participação na Canbrás brasileira para a Horizon. Pela participação da Canbrás Communications na Canbrás Participações, a Horizon pagou 32,6 milhões de dólares canadenses, o que equivale a aproximadamente US$ 24,5 milhões. A TVA, que era sócia dos canadenses, também vendeu a sua participação na Canbrás para a Horizon, segundo Eduardo Malagoni, CFO da operadora do grupo Abril, nas mesmas condições oferecidas aos acionistas estrangeiros. Malagoni não fala em valores, mas a participação da TVA equivaleria a US$ 5,2 milhões pelos critérios divulgados para a bolsa de Toronto (onde a Canbrás Communications é negociada). A Horizon deve assumir ainda a dívida da Canbrás, que gira em torno de US$ 15 milhões. Ao todo, a operação ficou em torno de US$ 45 milhões, ou mais ou menos US$ 270 por assinante. Chris Torto, CEO da Horizon, diz que ainda não quer comentar a operação, que depende de uma série de aprovações regulatórias. Com a compra das participações da Canbrás e da TVA, a Horizon, que tem hoje cerca de 100 mil clientes em sua rede no interior de São Paulo, Rio e Manaus, ganha mais cerca de 170 mil assinantes.
A Horizon ficou com as operações no interior de São Paulo pertencentes à Canbrás, ou seja, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Cubatão, Bertioga, Mogi das Cruzes, São José dos Campos e Santa Branca. A operação envolve ainda a transferência para a Horizon da participação que a Canbrás tem na Walberg, cujas licenças estão em Cotia, Embu, Itapecerica da Serra, Itaquaquecetuba, Ribeirão Pires, Suzano e Taboão da Serra, todas no Estado de São Paulo

Alusa cresce

A Alusa, controladora da BigTV, também ganhou corpo com a venda da Canbrás para a Horizon. Ela era sócia dos canadenses em Guarulhos e São José dos Campos. Como parte da negociação, a BigTV assumiu a operação de Guarulhos, que vinha sendo tocada pela Canbrás, abriu mão das operação de São José dos Campos e assumiu as operações no Paraná controladas pela Canbrás (Cascavel, Guarapuava, Cianorte e Ponta Grossa). No caso da troca de operações com a Alusa, não há dinheiro envolvido. A Alusa, contudo, assume a dívida da operação de Guarulhos. Estas trocas estão condicionadas à aprovação da venda das demais operações para a Horizon. Com a transferência das operações, a Alusa/Big TV ganha cerca de 20 mil assinantes.

TVA capitalizada

Os recursos provenientes da venda de sua participação na Canbrás serão utilizados pela TVA na redução do endividamento e em investimentos para expansão da base de serviços banda larga, diz Eduardo Malagoni.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top