OUTROS DESTAQUES
Argentina
Associação de operadoras se manifesta sobre caso CNN
terça-feira, 09 de abril de 2002 , 17h09 | POR EDIANEZ PARENTE

Dando continuidade ao impasse no mercado argentino depois que as operadoras Multicanal e Cablevision retiraram os canais CNN de seus line-ups, a ATVC (associação que reúne os cerca de 800 operadores daquele país) soltou um comunicado ao público em resposta ao anúncio pago publicado pela Turner Latin America nos principais jornais da Argentina. O presidente da ATVC, Walter Buzarco, contesta a frase empregada pelo anúncio da Turner, onde se lê "devolver (ao assinante) o direito de ser informado", classificando-a de "pouco feliz". "Apelar a preceitos constitucionais para se posicionar em uma negociação comercial é inapropriado", assinala o comunicado. Ainda, o comunicado diz que "a CNN é um canal de notícias de primeira linha, mas não é o único do gênero", citando que na Capital Federal e Grande Buenos Aires há sete canais de notícias – CVN, Crónica, TN, Canal 26, BBC, Deutsche Welle e Worldnet. Além de cinco canais abertos com noticiários: América, Canal 7, Azul, Telefé e Canal 13. A ATVC cita que há mais cinco canais internacionais com noticiários: TVE, RAI, TV Globo, TV5 e TV Chile, além do sinal do Canal Rural, com informações agropecuárias. Ainda, a ATVC lamenta enfrentar posturas intransigentes num contexto de desvalorização da moeda em 200%. Para a associação, qualquer alternativa que implique aumento dos valores dos canais terá de ser repassado aos assinantes.
Sob o título de "CNN e seu direito de escolha", o anúncio pago da Turner foi publicado nos jornais La Nación, Clarín, Ambito Financiero, Cronista, Página 12 e Buenos Aires Economico, com a assinatura dos canais CNN en Español e CNN International. O texto do anúncio é o seguinte: "Sabemos o valor que a CNN tem para você. Sabemos a importância que os acontecimentos que se sucedem na Argentina e no mundo têm para você. Sabemos de sua necessidade de estar informado. Porque essa é a nossa razão de ser. Hoje é por meio deste veículo que chegamos até você, conscientes da existência de inconveniências alheias à nossa vontade, que impedem seu acesso aos nossos canais. Mas queremos que saiba que estamos empenhando todos os esforços necessários para devolver-lhe o direito de ser informado. Para nós, sua opinião é importante, e é por isso que nos colocamos à sua disposição com o seguinte endereço de e-mail para responder às suas dúvidas: televidentes@cnn.com. Porque você tem o direito de saber. E nós, a obrigação de lhe contar."

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top