OUTROS DESTAQUES
Conheça melhor o grupo que comprou a Manchete
segunda-feira, 10 de maio de 1999 , 21h32 | POR REDAÇÃO

O grupo TeleTV, segundo seu presidente, é uma empresa 100% brasileira e seus negócios estão na área de telecomunicações. Uma das suas empresas, a Tecnet, desenvolve softwares. O grupo também trabalha com automação bancária e de redes de telecomunicações do sistema público. A empresa tem uma plataforma de mass calling (call center, telemarketing e interatividade na TV – usada em programas como "Você Decide" e "Intercine", por exemplo), com 15 mil linhas telefônicas em 20 localidades brasileiras e mais duas mil em Buenos Aires. Em relação ao trabalho com os serviços do tipo 0900, Dallevo foi taxativo em afirmar que esta é só uma das aplicações das plataformas da empresa e há mais de um ano (quando o serviço foi proibido por lei) eles interromperam o trabalho. A TeleTV tem como clientes a Embratel, a Telesp, a CRT, e os bancos Itaú, Sudameris e Bradesco, entre outros.Segundo o presidente da TeleTV, o grupo vai procurar fazer uma "programação de bom gosto, competitiva e com tecnologia avançadíssima". Para isto a empresa vai investir, só este ano, R$ 100 milhões. Também estiveram presentes à reunião no ministério representantes dos sindicatos dos radialistas, jornalistas e artistas do Rio de Janeiro. Os advogados disseram estar parcialmente de acordo com o contrato. O ponto de discórdia é que ele não prevê a compra da Bloch Som e Imagem, empresa pela qual eram contratados 450 funcionários para prestar serviços para a TV Manchete. Segundo Márcio Leal, advogado do sindicato, não há como dissociar a Bloch Som e Imagem da TV Manchete, que só teria sido criada para que o Grupo Bloch pudesse "escapar dos credores".

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top