OUTROS DESTAQUES
Operação
DirecTV prevê queda no crescimento da base nos Estados Unidos
segunda-feira, 11 de janeiro de 2010 , 19h24 | POR REDAÇÃO

Segundo o noticiário norte-americano Multichannel News, a DirecTV trabalha com a hipótese de queda no crescimento da base de assinantes em 2010. Segundo o noticiário, Patrick Doyle, CFO da empresa, disse publicamente em um evento para investidores no dia 5 de janeiro que, mesmo com a queda na adição de assinantes, a empresa vê oportunidades de crescimento em condomínios de apartamentos e com a oferta mais agressiva de produtos ligados à banda larga.
Uma decisão judicial nos Estados Unidos cancelou todos os contratos de exclusividade de prestação de serviço de TV a cabo dentro de condomínios. É nestes condomínios que a DirecTV aposta que encontrará novo público. Em relação à banda larga, a operadora lançou as caixas HR24 e H24, que funcionam como dispositivos de distribuição de conteúdo na casa dos assinantes. Com isso, o custo de aquisição de assinantes deve subir de aproximadamente US$ 600 para US$ 700 por assinante em 2010.
A operadora anunciou ainda que aumentará o número de canais HD para cerca de 200 no segundo trimestre.
Em 2009, conforme mostra o balaço da operadora, o crescimento da base de assinantes foi decrescente. No ano, 820 mil assinantes foram conquistados, mas o crescimento caiu de 460 mil adições no primeiro trimestre, para 224 no segundo e 136 mil no terceiro.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top