ABTA 2008
11/08/2008, 20:56

Canais pagos em HD serão cobrados

POR REDAÇÃO

Embora os canais em alta definição sejam oferecidos sem custo adicional aos assinantes de TV paga neste primeiro momento, este modelo pode não durar muito na televisão por assinatura. Foi o que mostrou debate sobre conteúdos em alta definição, que aconteceu nesta segunda-feira, 11, na ABTA 2008. Segundo João Mesquita, diretor do Telecine, a conta para o operador é sempre maior do que para o programador e, no futuro, deve ser recompensada. "No caso do Globosat HD, o grande investimento foi da Net", disse. Ele torce ainda para que outros canais surjam em breve, para que a oferta de pacotes em alta definição possa se viabilizar. "Espero que venham mais canais HD, porque, por enquanto, só há gastos", afirmou. Ele confirmou os planos de ter um canal em HD em breve, mas disse que é um investimento que está sendo feito porque o momento exige. "Se fosse só pela nossa vontade, acho que poderíamos esperar mais um pouco para ter canais em HD no Brasil, mas quem decide é o mercado", disse. Ele lembra que há também que canais em qualidade tradicionais precisam continuar recebendo investimentos, porque este é o principal negócio dos programadores hoje.
Para Gustavo Grossmann León, da HBO, o modelo de negócios mais simples é aquele no qual o assinante paga para ter um conteúdo premium. Neste momento, porém, a HBO ainda oferece um sinal com quatro horas de primetime em alta definição sem cobrar a mais por isso. "Hoje não há custo maior para o operador, mas, mais pra frente, ele será cobrado", disse. Quem também acredita neste modelo é o diretor de marketing da Sky, Marcelo Miranda. "Uma das certezas é que o conteúdo HD será pago, com pacotes em alta definição". Questionado sobre quem pagaria por esse tipo de serviço, ele diz que aposta nos chamados "early adopters", que estão presentes em todos os serviços.
Para Humberto Candil, diretor do BandNews, os programadores precisam comecar a trabalhar desde já com a perspectiva de que a alta definição será uma realidade. "Não dá para esperar que esse investimento se pague imediatamente. É uma realidade que precisa ser encarada já pelos programadores".
Para Mesquita

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top