IBC 2011
11/09/2011, 19:34

Pirataria pode pressionar as janelas, diz executivo da Sony Pictures

POR FERNANDO LAUTERJUNG, DE AMSTERDÃ

Segundo Spencer Stephens, vice-presidente de tecnologia da Sony Pictures Technologies, uma unidade da Sony Pictures Entertainment, a pirataria é a maior força pressionando o tempo de exclusividade das janelas de conteúdo. Em debate no IBC 2011, Stephnes, lembrou que há pouco tempo as séries de TV viajavam para outros territórios apenas após o término da série no mercado norte-americano. "Hoje trabalhamos com uma janela de até duas semanas, para evitar que o conteúdo chegue antes através da pirataria", lembrou o executivo. A afirmação foi em resposta a uma pergunta sobre a possibilidade de redução das janelas por conta dos novos serviços de distribuição online, dando a entender que a pressão exercida pela pirataria pode se sobrepor à das operadoras de TV por assinatura.

No mesmo painel, Simon Morris, CEO da Lovefilm, serviço de locação virtual por assinatura presente no Reino Unido, lembrou da dificuldade encontrada para lançar o serviço, por conta do excesso de exigências em relação à proteção do conteúdo. "Pessoas como nós, que falam com os clientes e entendem seus hábitos, somos os bonzinhos. Lembrem-se disso", ironizou o executivo, cujo serviço foi recentemente comprado pela Amazon.com.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top