OUTROS DESTAQUES
Renato Guerreiro quer discussão ampla das comunicações de massa II
segunda-feira, 11 de dezembro de 2000 , 15h38 | POR REDAÇÃO

Um dos motivos que levaram o Minicom a engavetar um projeto de Lei de Comunicação Eletrônica de Massa foi a resistência de alguns parlamentares a dar mais poderes à Anatel, sobretudo no que se refere à radiodifusão. A gestão de Pimenta da Veiga decidiu, então, esquecer o assunto. Uma possibilidade que chegou a ser analisada pelo Minicom seria a de colocar a radiodifusão e o setor postal brasileiro sob outras agências, desvinculadas das telecomunicações. Mas o próprio Minicom já sabe que, se por um lado essa ideia trará problemas com a Lei Geral de Telecomunicações, por outro (e este sim é um fato ainda mais sério) estas agências nunca conseguiriam fontes de receita que garantam a sua existência de forma independente do governo e do Congresso, como acontece com a Anatel e a Aneel.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top