OUTROS DESTAQUES
Agência reguladora para fiscalizar o conteúdo
quarta-feira, 12 de dezembro de 2001 , 23h25 | POR REDAÇÃO

Outros advogados e analistas consultados por este boletim apostam que a maior dificuldade de se fazer cumprir o novo texto constitucional é a ausência de fiscalização. Aposta-se que será impossível determinar se são mesmos brasileiros os responsáveis pelos conteúdos, o universo dos canais pagos é imenso e a Anatel, que fiscaliza as operadoras de TV paga, até hoje não tem monitorado nenhuma das obrigações referentes à programação já existentes para os operadores. Da mesma forma, a Ancine é uma agência ainda pouco estruturada, dizem analistas, que deve se focar principalmente nas questões do cinema, pelo menos em um primeiro momento.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top