OUTROS DESTAQUES
O que levou a oposição a votar a favor da PEC
quarta-feira, 12 de dezembro de 2001 , 00h25 | POR REDAÇÃO

Não são claros todos os motivos que levaram a oposição a votar favoravelmente à PEC que abre empresas jornalísticas e de radiodifusão ao capital estrangeiro. Uma coisa é certa, contudo: nem todos os deputados estavam convencidos de que deveriam votar dessa maneira. Na votação interna do PT, por exemplo, 13 deputados foram contrários à PEC, mas prevaleceu a vontade da maioria (29 deputados). As análises apontam duas razões para o comportamento da oposição: a proximidade das eleições aliada à necessidade de exposição na mídia e; a chance de ser derrotada numa votação forçada (sem acordo), o que não garantiria as salvaguardas para o conteúdo nacional e as leis complementares. O que a oposição quer é discutir todos os pontos polêmicos na regulamentação complementar, inclusive no que se refere ao órgão regulador (e fiscalizador) e outras salvaguardas. A briga, contudo, não deve ser fácil, pois os empresários precisam que as leis tramitem rapidamente, o que significa que elas devem ser simples. "A lei complementar sobre a entrada do capital estrangeiro tem que ser objetiva. A outra lei deve dispor sobre a obrigatoriedade dos meios de comunicação social eletrônica de seguirem o Artigo 221", disse Evandro Guimarães, vice-presidente de relações institucionais das Organizações Globo e diretor da Abert.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top