Programação
13/04/2004, 11:04

NeoTV fecha com canal alternativo ao Canal Brasil

POR REDAÇÃO

O canal de filmes brasileiros que está sendo desenvolvido pela distribuidora carioca Conceito A, de Tereza Trautman, e que se coloca como alternativa ao Canal Brasil, fechou com a Neo TV um acordo de distribuição. A associação de compras Neo TV representa operadores de cabo e MMDS com quase um milhão de assinantes. A Conceito A também afirma ter fechado acordo com operadoras independentes, não ligadas à Neo TV ou à Net Brasil.
Com isso, deve ser diminuída a pressão para que o Canal Brasil (uma sociedade entre um grupo de cineastas e a Globosat) seja distribuído por aqueles que não veiculam um canal dedicado à transmissão exclusiva de obras cinematográficas brasileiras, como manda a regulamentação do cabo.
O acordo entre a Conceito A e a NeoTV foi celebrado segunda, dia 12, e o novo canal está prometido para estrear em junho. Não é um acordo de exclusividade, ou seja, não impede que as mesmas operadoras também distribuam o Canal Brasil. Segundo Tereza Trautman, os operadores ligados à Neo TV se comprometeram a carregar o canal. Ela afirma que a postura que se estabeleceu é de "parceria" com as operadoras. "Não chegamos com esse caráter de obrigação, queremos fazer um negócio bom para os operadores e os produtores de filmes", afirmou.
Na próxima quinta, 15, NeoTV e Globosat teriam, na Anatel, uma reunião de conciliação sobre a questão do Canal Brasil. A agência faria o papel de mediadora para resolver o impasse: o Canal Brasil exige ser distribuído (porque as regras mandam que todos tenham um canal com suas características, que até agora não eram preenchidas por nenhum outro canal) e os operadores diziam não aceitar negociar nessas condições. A princípio, a reunião de conciliação está mantida, mas certamente o contrato da NeoTV será usado como argumento. O canal da Conceito A ainda não está no ar, e isso deve usado como argumento pela Globosat.

Alternativa

O canal de filmes brasileiros da Conceito A tornou-se uma alternativa ao Canal Brasil com o enquadramento da programadora, pelo Ministério da Cultura, nas regras exigidas pela regulamentação em março deste ano.
Até a edição da portaria, o Canal Brasil, distribuído pela Globosat, era o único canal credenciado para preencher a exigência da Lei do Cabo de veiculação de um canal de conteúdo 100% nacional pelas operadoras de cabo. Esta regulamentação é a que obriga as operadoras a terem um canal dedicado exclusivamente ao conteúdo cinematográfico independente. A Conceito A é uma distribuidora de filmes para televisão do Rio de Janeiro que tem um acervo contratado de cerca de 200 títulos nacionais.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top