OUTROS DESTAQUES
Capital estrangeiro na radiodifusão pode ser aprovado nesta quarta, 14
terça-feira, 13 de junho de 2000 , 20h57 | POR REDAÇÃO

As lideranças do governo estão empenhadas, os líderes da bancada evangélica estão apoiando e não há praticamente nenhum obstáculo (exceto uma certa indefinição do PT) para a votação e aprovação em plenário nesta quarta, dia 14, da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que abre em 30% o limite de participação do capital estrangeiro em empresas de radiodifusão. A votação só não ocorre se não houver quorum (450 deputados). Há ainda outros itens importantes na pauta do plenário da Câmara, como o novo modelo para a privatização de Furnas, que podem atrasar a votação, jogando-a para a próxima semana. O PT, até o início da noite de terça, só não havia decidido apoiar a votação da PEC por considerar importante a implantação prévia do Conselho de Comunicação Social (previsto na Constituição e nunca criado) e a discussão da Lei de Comunicação Eletrônica de Massa (parada no Ministério das Comunicações), que dariam as bases de um modelo para o novo ambiente nas radiodifusões a ser criado com a abertura ao capital externo.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro de lideranças do mercado de telecomunicações

19 de setembro a 20 de setembro
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top